Maria da Fonte, a nossa maior heroína minhota

VISITE-NOS

Quer ser visto por milhares de pessoas todos os dias?

08
Mar

Artigos

Maria da Fonte, a nossa maior heroína minhota

A propósito do Dia da Mulher evoca-se a Maria da Fonte, a nossa maior heroína minhota.

Sabiam que em 1846, as heróicas mulheres do Minho deram início a uma revolta popular contra a ditadura de Costa Cabral?

Que tomaram de assalto as repartições de finanças onde destruíram as “papeletas da roubalheira” e expulsaram a soldadesca enviada para reprimir a revolta?

O levantamento popular começou na Póvoa de Lanhoso e espalhou-se rapidamente a todo o Minho e norte do país em geral. A exumação de um cadáver que havia sido sepultado na igreja foi o rastilho. Os sinos tocaram a rebate e, de rebelião em rebelião, a revolta foi adquirindo um carácter de guerrilhas populares até que a Rainha D. Maria II se viu forçada a demitir o governo.

A opressão fiscal e a prepotência do governo cartista de Costa Cabral tiveram na revolta da Maria da Fonte uma resposta à altura que constitui uma lição da História que muitos insistem em ignorar.

share div

gosto